EnglishPortugueseSpanish
EnglishPortugueseSpanish

Licenciamento de Softwares, quais são os custos envolvidos?

Licenciamento de Softwares, quais são os custos envolvidos?
Licenciamento de Softwares, quais são os custos envolvidos?

Não é algo prazeroso fazer o licenciamento de softwares. Não se vê resultados, nem benefícios práticos. Não melhora o desempenho e o ganho em segurança não é visto a olho nú. A única coisa que se vê claramente é o montante de dinheiro que deixa o caixa da empresa para, praticamente, nenhum benefício. 

Esse é o cenário REAL de quem se vê forçado a licenciar seus softwares.

Por várias questões históricas, a prática da pirataria tornou-se uma constante comum no Brasil por muito tempo. Se levarmos em consideração que o valor de um software no início dos anos 2000 era quase impossível de se pagar para a maioria das empresas pequenas, os custos abusivos de software, a falta de internet e a facilidade em Crackear aplicativos favoreceram a prática.

Hoje as coisas mudaram:

A oferta enorme de computadores (mesmo os seminovos) que são vendidos já licenciados corretamente, o preço acessível de Aplicativos, os programas de Financiamento de Licenças e as várias modalidades diferentes de consumo de aplicativo extinguiram qualquer justificativa atual para a prática da pirataria.

Não há motivos para uma empresa manter software pirata em suas dependências, mas técnicos maliciosos ou que não se atualizaram no decorrer dos anos ainda induzem empresários a essa prática que, acabam cedendo em nome do Fluxo de Caixa. Para casos assim, as auditorias de empresas protetoras de direitos de softwares se fazem mais constantes e não é mais novidade quando empresas (mesmo pequenas) são autuadas e intimadas a licenciarem seus sistemas.

E qual a melhor forma de licenciar meu parque?

A primeira regra é: Contate uma empresa consultora especializada em licenciamentos.

A segunda regra seria: Não existe almoço grátis, nem milagre. Preços de softwares são tabelados e ofertas milagrosas encontradas em sites de compras como o Mercado Livre sempre irão gerar problemas no futuro.

Uma empresa especializada em licenciamento de software, possui expertise suficiente para analisar o parque de computadores da empresa, levantar a atividade em que ela está inserida e oferecer o tipo certo de licenciamento pela melhor condição possível.

Se a empresa ainda não sofreu nenhum contato ou autuação por parte de associações protetoras de software o cenário é ainda mais tranquilo. Uma empresa especializada em licenciamentos irá traçar estratégias a longo prazo para licenciamento do parque todo de forma que o investimento necessário seja diluído para causar o mínimo impacto possível no Fluxo de Caixa.

Também é importante frisar que existem vários Programas com vários tipos de licenciamentos e, apenas empresas especializadas contam com conhecimento para indicar a opção certa e, principalmente, a OPÇÃO LEGALIZADA (uma licença comprada de forma errada não legaliza o Software e tão pouco há devolução do dinheiro).

Outra dica importante é:

NÃO ESPERE SER AUTUADO PARA LICENCIAR O PARQUE. Depois da autuação, não há muito o que fazer além de investir rios de dinheiro em um plano de licenciamento a curto prazo sob pena de multas caríssimas. Se sua empresa usa algum tipo de software que não esteja licenciado, comece desde já a corrigir essa pendência. O impacto financeiro certamente será menor e, em alguns casos, pode até ser imperceptível para o caixa da empresa.

Caso você não tenha conhecimento sobre o Status de Licenciamento de seu parque de computadores, consulte os responsáveis pelo departamento de TI da sua empresa. Ou solicite uma auditoria de qualquer empresa especializada em Licenciamento de softwares. É mil vezes preferível a auditoria delas que de algum Órgão de Defesa de Softwares.

A única coisa que realmente não pode é manter a prática da pirataria. Vale sempre lembrar que, embora muito confortável, o uso de um aplicativo comercial sem as devidas compensações financeiras aos seus desenvolvedores é configurado como prática de roubo e prevista no código penal.

Da mesma forma que roubar uma ferramenta de uma loja de materiais para usar em sua empresa seria uma prática repulsiva, o uso de software pirata também deve ser. Até porque, aos olhos da lei, é a mesma coisa, ambas as práticas são previstas no mesmo crime.

Quer saber mais sobre licenciamento de softwares?

Fale com a Start Link somos a maior empresa de assessoria em TI em Sorocaba e região e podemos ajudar a sua empresa a reduzir custos e otimizar os seus recursos de TI Fale agora com a Start Link.

 

Quem escreve
Christiane Nogueira

Christiane Nogueira

Mais conteúdos
× Whatsapp